Passei para um nova etapa da minha vida, e confesso que tenho vivido momentos de reflexões incríveis. Juro que nunca pensei que chegaria num momento como esse o qual estou passando. Estou atolada de trabalhos da faculdade, trabalhando e colocando em prática todos os projetos que até então estavam rabiscados num pedaço de guardanapo amaçado dentro do bolso, estou aproveitando toda a estabilidade emocional que eu, pisciana que sou, acreditava que nem tão cedo alcançaria. 

Já falei aqui diversas vezes sobre a questão do tempo, essa será apenas mais uma. Vou dizer que hoje vai ser diferente. E a dica do dia é: nunca desconfie do tempo. Nunca abra mão de fazer as suas coisas simplesmente porque isso ou aquilo te parece inalcançável, é esse o segundo que você deve aproveitar para correr atrás. Não vai ser fácil, não vai ser fácil mesmo, mil coisas virão contra você, porém tenha em mente que mil e uma vão conspirar a seu favor. Estou aqui falando como quem já tivera alcançado o sucesso profissional e conquistado todas as metas da vida pessoal, né? Quem me dera se fosse assim, mas, cá estou, não passo de uma estudante começando a trabalhar e explorar as áreas que mais me interessam nesse mundo de (des)empregos. 

O que quero dizer vai – usem aqui uma intensidade master – bem além de todas essas coisas, e finalmente chega no feliz comigo mesma. Sim, estou bem feliz com minhas conquistas até aqui. Sim, tendo que revezar noites de sono. Sim, estou tendo de correr atrás do que eu nem pensei que um dia me faria guardar esse sentimento de satisfação. Sim, estou trabalhando com o que eu mais gosto. Sim, muita gente me diz que eu “viajo demais” todas as vezes que escolho falar dos meus sonhos e objetivos. Sim, precisei deixar muita gente se perder de mim. Sim, senti falta de quem um dia mostrei a porta de saída e corri atrás do “preju”. Não, não é fácil. 

De tudo isso que digo com todo e maior orgulho do mundo a respeito do que tenho vivido hoje e agora, é que o principal de tudo isso foi saber lidar com tempos. E não é qualquer tempo, não, viu? São todos eles, os certos e os errados. Aprendi a reconhecer o certo e a esperar o tempo errado viver sua transformação que seria útil para mim ou fugir de vez. Tracem suas metas, se joguem mesmo em tudo o que querem, tapem os ouvidos, bocas e olhos para aqueles que quiserem te fazer parar, respeitem os tempos de tudo que lhe for ofertado. Respire fundo e avante! As coisas realmente vêm quando menos esperamos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Thais Oliveira