Cá entre nós, tu não tens mais idade pra ficar te incomodando com coisas tão bobas. Essas coisas pequenas que te consomem por dentro – e que tu insistes em dar tamanha importância – um dia ainda vão acabar contigo. Parece bobeira agora, afinal, que jogue a primeira pedra quem nunca se estressou por pouca coisa, mas quem avisa amigo é e eu gostaria de ser tua amiga.

Olha, eu te entendo, tá? Eu sei que existem palavras, ações e olhares que machucam muito e nos tiram do sério como um piscar de olhos. Alguns barulhos, algumas sensações, algumas dúvidas ou até medos, que ficam nos incomodando até o momento em que explodimos. E quando explodimos, somos irritantes. Ninguém parece compreender, mas a verdade é que todos entendem, só não querem contribuir porque a ajuda parece incomodar também.

Um dia, tu vais olhar pra trás e pensar “por que me estressei tanto?”, “por que gastei tanto tempo com coisas ridículas?”, “por que não pude ficar quieta?”. O arrependimento vai bater e, com toda certeza desse mundo, vai doer. Esse dia vai ser o dia em que tu vais perceber que a vida é curta demais pra ser desperdiçada, e o chato disso tudo é que só costumamos nos dar por conta disso quando nosso tempo já não é tão longo e aí tomar consciência já não adianta mais.

Eu, como uma boa alma, vim alertar-te antes que tudo isso aconteça e tu tenhas perdido teu tempo. Deixe que o relógio faça tique-taque, que as pessoas façam barulho comendo, que as revistas estejam fora do lugar, que a folha esteja amassada, que teu sutiã apareça, que o negrinho tenha bolhas. Deixe que suponham coisas de ti, inventem besteiras ou comentem tuas escolhas, a vida és tua e dela tu fazes o que bem entender. Deixe tudo isso e mais um pouco. Tá na hora de seres feliz não achas? É o que tu e todos nós merecemos. E pra que isso aconteça tu não podes se incomodar com cada coisa boba que acontece. Sempre haverá algo que vai te testar, pra ver qual teu limite e existe coisa melhor que vencer tuas próprias barreiras?

O que tu vais fazer com tua vida daqui pra frente não é da minha conta. Eu não tenho o direito de dizer-te como deves agir mas é apenas um conselho de amiga pra leitor. Eu espero, de coração, que agora tu penses antes de se estressar tanto. A vida é curta e bela porém não é eterna.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Débora Bobsin