Sim, o homem que eu amo me carrega com ele. Ele me leva no coração onde quer que vá. Ele se tornou minha continuidade e me leva além, me torna mais leve, mas também me agiganta. E é esse coração que me cuida, me envolve, me protege e me ampara. É ele que me alimenta, me embriaga, me anima e me aninha. 

Ele me descobriu, como Cabral fez com o Brasil. Chegou sem querer, se espantou com o caos que encontrou, mas, sem medo, desbravou o território e descobriu as belezas e riquezas que a terra trazia. Assim ele fez comigo. Me encontrou em total pandemônio. Cheia de medos, inseguranças, traumas e desamor. Me encontrou desacreditada, solitária e infeliz. Me encontrou cheia de mágoas, dores e feridas abertas. Meu coração se encontrava em pedaços.

 

Ele chegou despretensioso e foi explorando, aos poucos, minhas nuances e detalhes. Examinou meus receios, meus terrores e cada uma das minhas fraquezas. Foi tratando minhas feridas e acariciando minhas inseguranças. Iluminou meus medos e tornou tudo luz e cor. Ele foi forte e corajoso. A amargura não o assustou e ele só via o encanto e a sublimidade do meu viver. Me doou calor, humor e amor.

 

Ele conhece meus sonhos, meus silêncios e entende cada grito que meus olhos dão em súplica. Ele me recolocou no caminho e caminhou ao meu lado, jamais esquecendo de me dar as mãos e me fazer sorrir. Com ele eu não me perco, não me acovardo e nunca me escondo. Ele polvilhou minha vida de raios de sol e eu nunca precisei de protetor solar, ele jamais me faria arder. Nos dias cinzas ele surge entre nuvens e sempre me faz ver a luz.

 

Liberta de todas as correntes e amarras, encontrei a beleza da vida à dois. Me embrenhei em seu colo e me tornei livre. Voei de carona nos seus pensamentos, nas suas verdades e no gigante amor que ele carrega em seu coração. Ele me lembra a todo momento o quanto sou especial e, no fim, isso sempre me amolece. A ternura que ele dedica a mim anulou todas as repulsas que carregava, os desamores e cada desilusão. Dentro de mim não há mais espaço para rancor e dor. Sou apenas amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Monika Jordão