Já viu a mania dessa gente de cuidar da vida alheia? Pois é, não tem meias palavras por aqui moço. Vem cá, vem conversar. Não é que ela acordou com a pá virada ou com o pé esquerdo. Pelo contrário, acordou com o pé direito! Acordou mais linda que ontem, reluzindo como nunca. A única questão aqui, é que “cê” precisa entrar no clima. Não tenta colocar coleira, ela não tem a menor noção de como é anular a si mesma e se curvar a caprichos alheios.

Andaram reparando que trocou o jeans 50 pelo 44, mas olha só, trocou as prioridades também. Porque a vida vai além do que os olhos podem ver meu bem.  Não pense que isso tem algo com o que estão olhando, comentando ou pensando. Porque o que os outros pensam, continua sendo problema deles! É que aquele amor guardado, aquele de rasgar a roupa, a alma e o coração que ela resolveu colocar para fora.

Como é? Pois é “tacar” fogo na porra toda e deixa bem claro, que teu capricho não a satisfaz e para leva-la ao céu é preciso mais, aliás muito mais!

Quer entender? Eu vou te explicar.  O sabor é de mel, porém acentuado com pimenta! Tem cara de princesinha sim, mas nunca escondeu que pode ser rameira também. E nos poupe da sua cara de espanto, porque não tem explicações para tudo que ela pode ser.  E não adianta querer argumentar, porque ela pode descer até o chão e no outro dia não será menos mulher por isso. Sensualiza sim, joga o cabelo e rebola quando bem entende.

Ah rapaz, “cê” precisa se ligar que não vai fazer nada acontecer, enquanto se limitar ao que teus olhos podem ver. Porque a vida é mais, é mais que um conto de fadas e uma noite de balada.  “Cê” precisa entender, que a altivez do prazer está além do beijado molhado ou da pegada de lado. Não se perca com aquilo que teus olhos conseguem ver, porque você precisa entender, o que teus olhos não enxergam.

E sim, ela vai ser princesinha, diva, rameira, mãe, amiga, companheira, parceira. Vai ser do João, do Bruno, do Fábio, do Rafael, de quem ela quiser, do jeito que ela quiser. E você vai sonhar em tê-la. Vai sonhar, porque se limita ao que consegue enxergar. Ainda não entendeu que ela é anjo e fera. Seu conto de fadas ela mesmo escreveu e acredite, nele o príncipe não chegava de cavalo branco e nem acordava-a com um beijo singelo e delicado. Em seu conto, o príncipe era sagaz, era do tipo que sabe o que faz e não precisava muito para entende-la. Ele só enxergava além do que seus olhos podiam ver. E sim, ele era petulante, do tipo arrogante. Quem acompanhava, até dizia, esse príncipe não presta. Mas pra ela não fazia diferença alguma, porque ela sabia de seu reinado. Sabia que podia “tacar” fogo no castelo a qualquer momento, que ele era sagaz o suficiente para lhe entender, lhe decifrar e sim, dos seus caprichos cuidar.

Ah moço, se depender dela tu vai é enlouquecer. Se liga malandro, ela adora o perigo, é louca, mas a outra metade é juízo. Ela é daquelas, que até apaixona, mas te enlouquece antes e não se iluda, ela se segura na bronca. Rapaz, ela é aquele tipo que te provoca mesmo. No chão, no carro, no chuveiro, no tapete, na cama, em qualquer lugar tu transpassa do inferno ao céu. É que, ela é aquele tipo.

Aquele tipo que sempre tem um fosforo e se tu quiser acompanhar, tem que vir com gasolina!

thamires

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Thamires Benetório