Você resolveu sair de minha vida e eu não fiz muito para que ficasse, confesso. Sempre acreditei que precisamos dar os melhores motivos e o melhor de nós para que o outro fique, mas, se ainda assim, ele quiser partir, não podemos fazer muita coisa para impedir essa partida.

E eu te dei… Eu me atirei sem pensar duas vezes. Eu me joguei sem nem perguntar se você iria me segurar, fui assim mesmo, às cegas. Afinal, a vida não é isso? Um jogo no qual ela mesma dita as regras e você só aprende jogando. Eu fui sem conhecer nada do jogo e joguei. Assumi os riscos e paguei para ver.

Você, sem mais interesse, deixou a mesa do jogo. Sempre teve o direito e a liberdade de ir quando quisesse, eu sei… Mas deixou-me perplexa, sentada à mesa, enquanto virava as costas e ia, assim, sem mais explicações a não ser algumas palavras sujas e confusas. Busquei motivos para sua partida, talvez os tenha tido. Mas não encontrei motivos para o seu jogo sujo ao final.

Cartas escondidas na manga, embaixo da mesa, dentro do sapato. Pura trapaça. Ao ver você caminhando, vi todas elas caindo pelo caminho, em diversas formas. Seriam as cartas ou as máscaras? Não sei… Mas de repente descobri que o outro pode esconder o jogo durante algum tempo, mas ele sempre virá a tona e, mais ainda, me dei conta de que a vida sempre coloca a gente no devido lugar. E que, se plantamos o que colhemos, eu não devo me preocupar.

Você se foi, deixou tudo, em mim e em minha vida, fora do lugar durante algum tempo, mas foi a melhor confusão que poderia ter me acontecido. Hoje, eu me faço na medida que me desfaço do que não me faz bem. Me desfiz de você e a cada dia me faço melhor.

img_6866

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Ana Luiza Santana