Eu ainda não conheci ritmo melhor do que o teu toque, música mais ensurdecedoramente perfeita do que tua voz, roupa mais linda do que teus olhos e restaurante mais aconchegante do que você em minha calçada. É indescritível o modo como os teus sapatos sinalizam, quando você anda, que é hora de levar-se pela ansiedade e fico ainda mais inerte quando ouço você perguntar se eu estou em casa (é claro que estou, meu anjo). Os nossos olhares não se cruzam, apenas. Os nossos olhares dão um nó! Os lábios ficam secos, a nuca carente e as mãos ainda mais solitárias. Fisicamente, meu corpo também sinaliza que os metros de distância precisam ser reduzidos e você te que subir logo os degraus dessa calçada para me abrigar num abraço infinito. Os melhores travesseiros com penas importadas de não sei onde, jamais poderiam ser mais confortáveis que teu colo, meu amor. Cama nenhuma seria mais receptiva que teus carinhos nem chapinha alguma teria melhor resultado do que teus dedos dedicados que me tratam os cabelos desde a raiz até as pontas. Minha maquiagem é aquele autocontrole que o orgulho insiste em tentar transparecer e se perde na primeira curva de um olhar teu. Minha boca parece não querer outro batom que não seja a cor e sabor dos lábios teus e, ora, eles não estão à venda. Mas a boca não necessita tanto de um toque hidratante quanto aquele caminho que você faz com as pontas dos dedos. Aquele entre a nuca e o final da boca. Ah, meu bem… Quando tem um cabelo sobrando nessa estrada e você o tira para um acostamento atrás da orelha, eu me perco. Eu fico inconsciente! Teus chinelões cabem perfeitamente nos meus pés de menina-homem. Ah, esses meus pés! Nenhum vestido vermelho brilhante ou preto básico se comparariam a tua camisa super folgada que acomoda meus frios e me emprestam quentura. E nada, meu bem, nada se compara ao cheiro da sua mão que fica na minha e eu, já cheia de saudade, sinto quando você sai. E enquanto você ainda está, teu perfume misturado com o aroma do amaciante da sua roupa me dá lindas vertigens. Meu anjo, você é mais do que uma visita, mais do que um churrasco, mais do que a boate. Você é aquela sensação de “eu posso dormir tarde porque amanhã eu não trabalho”. E isso é maior que tudo!

IMG_9726

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Das Dores Monteiro