Um dia encontrei um velho senhor. Ele estava sentado em um banco e eu cansada, me sentei também. Notei seu olhar distante, como se estivesse do outro lado do mundo… Fiquei tentando imaginar o que se passava na cabeça dele. Onde ele estava, alem de aqui? Então ele quebrou o silêncio e, com lágrimas nos olhos, me disse: hoje perdi o amor da minha vida. Fiquei sem saber o que dizer. Há certos momentos na vida que nenhuma palavra é suficiente, então a gente não diz. Ele continuou… Ela era linda. A mulher mais linda que eu já vi. Não era pela beleza menina, era pelo que me fazia sentir junto dela. Foi minha primeira namorada, mas por escolhas diferentes seguimos caminhos opostos. Ela casou, eu casei. Seguimos a vida, enfim. Minha mulher era uma mulher admirável e fui o melhor marido que ela poderia ter. Mas ela menina, ela eu jamais esqueci. Não existiu um só dia que eu não tenha pensado nela e no que poderíamos ter sido. Na conversa que precisávamos ter tido e no amor que deixamos pra trás. É que o amor foge às nossas vontades. Sabe? Há uma semana sua filha me ligou, disse que ela estava doente e queria me ver. No caminho do hospital eu senti a mesma coisa que sentia há 60 anos atrás quando ia vê-la. E quando eu olhei pra ela novamente depois de tanto tempo, eu pude entender… O amor é inexplicável. Por mais que o tempo tenha passado, por mais que tenhamos nos afastado, por mais que nossas escolhas tenha nos levado a caminhos distantes, o amor fica. Ela ficou em mim. Ela me olhou em silêncio – como se estivesse buscando as palavras certas – e então, disse: eu te amei o tempo todo. Durante todos esses anos eu amei você. Eu nunca disse, mas senti o tempo todo. Como sempre menina, ela disse tudo, dizendo pouco. Eu a olhei, sorri chorando, e pedi perdão por ter preferido meu ego ao amor que sentia. Coisa de jovem sabe? Contei a ela de todos os lugares que andei e que queria que ela estivesse comigo, pra que de alguma forma ela pudesse sentir o que eu sentia. Contei pra ela dos meus medos e sonhos e como ela me fez falta na vida. Contei que fui feliz, mas que seria muito mais feliz com ela do meu lado. Contei dos meus sonhos, das minhas alegrias e tristezas. Contei da minha vida e de como ela sempre foi minha melhor lembrança e minha maior saudade. Você ama alguém na vida menina? Eu não respondi e ele prosseguiu. Se você ama, insista. Não deixe pros outros um amor que é seu. Se alguém te desperta o melhor que você pode ser, insista. Se a pessoa tem mil defeitos e ainda assim você não consegue se imaginar sem ela, insista. Se vocês brigam, você o manda embora e quando ele vai você sente uma falta danada, insista. Muitas pessoas perdem o amor da sua vida por falta de insistência. Por achar mais fácil seguir em frente e deixar pra lá. Mas o que vocês jovens não sabem, é que o amor não nos deixa. Você pode deixar pra lá, mas ele não te deixa. Por mais que você siga a vida, por mais que você fique velho, por mais que seja feliz. Ele não te deixa, menina. Nunca. A minha memória poderia sumir como num apagão e ainda assim eu me lembraria dela. Ainda assim eu a reconheceria. É que o coração tem memória sabe? Tudo que a gente ama vive ali e só se apaga quando o coração para. O meu ainda funciona e por isso, ela vive aqui. Conselho de velho ninguém ouve menina, mas não cometa os mesmos erros que cometi. Insista. Não o deixe ir embora. As vezes as circunstâncias não ajudam e o ego fala alto, as vezes a pessoa erra e te magoa profundamente, as vezes falta esperança. Insista mesmo assim. O amor é maior que isso e sempre vale a pena. O tempo passa e quando der por si a vida já foi. E pode ser que você só o veja daqui a 60 anos pra dizer o que precisava ser dito ou não encontre nunca mais. Não espere o tempo passar pra fazer o que deveria ser feito menina. Pode ser que amanhã você não tenha mais tempo, só arrependimento. Ele se despediu, dizendo: menina, quem fez morada ai dentro hoje, viverá aí eternamente.

mariana

Anúncios

Participe da conversa! 1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Mariana Caramori