Hoje parei pra pensar em como somos a soma das pessoas que um dia amamos e que nos amaram e como, mesmo indo embora, despertam o melhor em nos a cada vez que lembramos. Porque infelizmente ou felizmente as pessoas não deixam de ser quem são pra nos ou de representar o que representam em nossas vidas pelas escolhas que elas fizeram. Elas continuarão sendo o que sempre foram, porque aquilo que as pessoas despertam em nos nada apaga.

Hoje podem ter nos decepcionado, e isso às vezes fique e nos marque. Mas os momentos bons existiram e eles sempre serão imbatíveis. Não adianta querer expulsar de você alguém que fez morada aí dentro. Alguém que veio e trouxe tanta coisa e que quando foi deixou mais coisa ainda. Alguém que fez sua vida bonita um dia. Porque é isso que fica, por mais que a pessoa não tenha ficado.

Por isso eu digo e repito sempre: as pessoas não passam nunca. Momentos passam, o tempo passa, mas as pessoas ficam, por mais que elas tenham ido embora. Todos aqueles que de alguma forma despertaram o melhor em mim moram aqui. E morarão pra sempre. Impossível dizer que não haja quem ocupe posições especiais. E estão lá por algum motivo.

São aquelas que conseguiram despertar o melhor que há em mim e me ensinaram coisas que hoje são essenciais pra seguir o caminho. Essas me tiram sorrisos grandes cada vez que me lembro delas e me da uma vontade imensa de tê-las comigo de volta. Vontade sentar com elas e contar dos meus caminhos, das minhas escolhas e das minhas alegrias. Contar como me fazem falta e como são importantes pra mim, mas eu não digo. Acho que jamais direi, porque a vida segue e nos também seguimos e, alem do mais, as pessoas que moram em mim só existem aqui.

A vida seguiu pra elas também e assim, se tornaram outras pessoas, frequentam outros lugares e gostam de outras coisas. A maioria eu nem sei onde estão, nem com quem estão e nem as escolhas que fazem. Não cabe mais a mim saber. A parte delas que me cabe vive bem guardada aqui. Elas existem cada vez que eu quero que isso aconteça. E isso basta. Porque mais vale uma doce lembrança do que uma amarga realidade. E pode ser que, voltando, seja só isso que elas tragam.

mariana

Anúncios

Participe da conversa! 1 comentário

  1. O surgimento do EU a partir da interação com o outro. perfeito!!!

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Mariana Caramori