Boa sorte

Pode ir, não quero manter você aqui contra sua vontade. Se você prefere assim, pode ir. Sem reciprocidade nada faz mais sentido. O olho não brilha mais, o encanto se acabou e a magia se perdeu, você está coberto de razão, tem que ir mesmo. Não precisa vir com mil desculpas e aquele papinho de “o problema sou eu” ou “você é a pessoa certa na hora errada”. Já somos adultos e sabemos o que aconteceu: Você não quer mais. Você!
Eu já previa seu discurso, a relação andava fria. Tentei reconquistar, aproximar, reestabelecer conexão, mas fui tudo em vão. Não posso dizer que estou surpresa, mas confesso que a esperança é, mesmo, a última que morre. Eu ainda esperava pela mudança e quis acreditar que era tudo coisa da minha cabeça. A gente sabe a verdade mas prefere fantasiar. Agora é oficial, você vai e eu estou livre. Livre dessa angústia, desse medo, desse aperto no peito. Chega! Acabou. Não vou mais fingir que estamos bem. Estou em cacos faz tempos e agora não vou mais estampar um falso sorriso.
Eu vou sofrer, a ferida aberta hoje vai arder, lágrimas queimarão meu rosto e o arrependimento vai rasgar meu peito. Vou chorar por ter deixado você partir, mas vai passar. Eu me viro, afogo as mágoas em algumas doses e em poucos meses estou recuperada. Talvez seja melhor pra mim.
Fique tranquilo. Não vou pedir para os nossos amigos falarem com você, não vou ligar para sua mãe e muito menos postar indiretas nas redes sociais. Não sou dessas. Vou seguir como fazia antes de você chegar. Porém, agora, com novas lembranças. Boa Sorte.

Tempos depois…

Saudade? Está arrependido e quer voltar?
Esqueça. Já funcionamos juntos, mas isso foi há muito tempo atrás. Eu sofri horrores, passei noites em claro, me senti a pior mulher desse planeta e agora, que estou recuperada, você quer uma nova chance? Não dá. O mundo deu suas voltas e nós fizemos curvas diferentes. Você, com seus desejos efêmeros seguiu sozinho e eu, romântica, fui em busca do meu mundo. E nesse mundo atual não há espaço para você. Não mais.
Nosso fim não abreviou meus sonhos, não ameaçou meus planos, não arruinou meus sorrisos e não encurtou meus passos. Chance foi o que você me deu quando se afastou e me libertou do caos que vivíamos juntos. Quer um conselho?
Siga em frente sem olhar para trás. Foi o que eu fiz para superar você.

Mais uma vez, Boa Sorte.

monika

Anúncios

2 comentários em “Boa sorte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s