Com toda a sua alma

Dizem que o que vem da alma é verdadeiro, “dá liga”, faz durar até depois do fim dos tempos, e dá a capacidade de fazer com que ruínas se reconstruam. Dizem que o que vem da alma, traz um sabor especial à vida, melhor que tempero de vó. Faz a gente olhar o céu com clareza, e observar as estrelas com sonhos novos. Traz o sopro fresco de outono no coração e tira a gente pra dançar num plano desconhecido, sem que a gente nem saia do corpo. Me explique, então, a razão para querer e aceitar um amor raso, feito só de olhares desejosos que logo se cansam da mesma imagem. Ou a razão para querer para si, um amor raso que não entende a profundidade de um simples dar de mãos, bem como a complexidade de olhar nos olhos. E sabe, há muita gente por aí, que se agrade muito mais daquilo que toca só o coração, e apenas por uma semana… Um mês, no máximo. 

  Eu não, meu bem. Eu não quero que me toque o coração. Não apenas ele, mas quero que me enlace a alma, de modo que meu olhar sorria quando falar com Deus ao teu respeito. É Dele, aquilo que não se pode ver, cabe à Ele ditar o meu amanhã… Se o meu olhar sorrir com a primeira letra do teu nome, Deus há de escrever teu nome inteiro junto com o meu. Porque confiar só no destino é muito pouco, uma vez que se chegou na parte onde ele não foi capaz de prever. 

  Não seja comum, não. Dos comuns já me estafei até a última célula de meu corpo. Dos covardes e medrosos já tomei paúra. Dos pré-fabricados já peguei birra. Dos caixeiros viajantes comportamentais dessa vida, já me enojei até não ter mais remédio que faça sarar. São todos comuns, incapazes de tocar a alma e fazê-la vibrar. Eles mal sabem que coisa é essa de alma vibrando. Deixa todos eles pra lá, que pouco importam. Por isso, não seja comum, não. Vem e tira a minha alma pra dançar. 

  Por isso, e para tanto, me ame de toda a sua alma, de modo que os olhos brilhem involuntariamente, e sorriam sem que perceba. Me ame de toda a sua alma, para que conheça a minha alma, e saiba de cor os caminhos para me surpreender. Não os atalhos. Deixa eles pros dias em que realmente houver necessidade. Mas me ama de toda a sua alma, sabendo de toda a profundidade de um simples dar de mãos, e a complexidade de olhar nos olhos. Me ama de toda a sua alma, de forma que, ao observar o céu, eu transcenda em novos sonhos e te leve comigo. Sem promessas de me dar o mundo de presente, nem botar numa estrela nova o meu nome… Só a certeza do laço certo, o que traz paz, põe o destino louco, faz o acaso duvidar de si mesmo, escreve a serenidade, faz Deus sorrir, e põe descanso no coração.  

  Eu não te peço muito, não. Só peço que me ame com toda a sua alma. O resto, a gente vê ao longo do caminho e acerta o que for preciso.

IMG_6876

Anúncios

2 comentários em “Com toda a sua alma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s