Sabemos o quanto elas podem ser doloridas e de como nos fazem perder um pouco a fé em diversas coisas que antes nos eram absolutas. Mas é preciso mudar, é preciso se desvencilhar do que não nos deixa sonhar. Fomos feitos para voar, seja sozinhos ou junto de alguém, mas quando prendem nossas asas torna-se difícil alçarmos os voos que queremos. Ter alguém que nos permita voar e além disso abra mão de seus voos para voar conosco é a prova de que, sim, é possível de irmos junto à um mesmo destino. Mas quando a pessoa ao qual dedicamos, em algum momento, a nossa confiança nos impede de voar e prefere ir em uma direção oposta a nossa, torna-se difícil voar em dupla. E então, quando perdemos a liberdade de voar do jeito que desejamos, acabamos perdendo também a vontade de sorrir e de lutar por aquilo.

 

E não há motivos para insistir em algo que nos tira a paz, algo que nos faz cansar antes mesmo de esgotar nossas forças tentando. Algo em que sabemos que todo nosso esforço não será necessário. Não vale a pena mudar para alegrar a outra pessoa, quando nós mesmos não estamos felizes. Não há motivos para insistir em algo que não nos levará adiante, algo que nos deixará estagnados em um lugar que não é o nosso, um lugar em que não podemos voar livremente em busca do que é melhor para nós. É preciso ir atrás do que nos faça pulsar, que nos faça brilhar. 

Mudar dói, dá medo e gera insegurança. Porém nós sabemos que toda mudança acontece para que algo melhor venha. É clichê, eu sei, mas é a mais pura verdade. A cada vez que mudamos nossa rota é porque algo dentro de nós está tentando nos mostrar que o outro caminho é o melhor, que a leveza que buscamos não está no caminho em que seguimos e que voltar atrás e refazer o percurso é necessário. É preciso mudar. E não há nada de errado nisso, não é errado perceber que está no caminho errado e voltar atrás. Errado é seguir no caminho escuro quando se pode ter a luz.  

Escolha o caminho que te fará melhor, que traga leveza para alma e tranquilidade para mente. Mude, arrisque, enfrente. O caminho pode mudar diversas vezes, mas quem você é e quem te ama seguirá contigo, por todos os percursos, independente dos obstáculos que possam surgir. Toda hora é hora de mudar, toda hora é hora de voar atrás da felicidade.

vic

Anúncios

Participe da conversa! 2 comentários

  1. Simplismentw perfeito! E tu falando de mudanças?? Simplismente tu, que ja mudou e experimentou tantas coisas tantas vezes, sempre para mudar para melhor,atras de teus. sonhos, tenho só uma a coisa a te dizer: Vai e Voa,mas Voa o mais alto que puder,que onde tu estiver eu vou estar aqui aplaudindo de pé! 👏👏👏👏👏

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Sobre Jornalismo de Boteco

Paulinho Rahs Escritor, compositor, poeta solitário, vocalista da Arcadia e criador do Jornalismo de Boteco. Entusiasta, subversivo e magnânimo, contém na lista de vícios café, cerveja, o Foo Fighters e o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. https://www.facebook.com/PaulinhoRahsOficial/

CATEGORIA

Victória Martins

Tags