Jéssica, a gorda!

Primeiramente, venho acompanhando ao longo da semana várias reportagens falando sobre a Jéssica. Bem, eu não conheço a Jéssica. Eu vi que se trata de uma jornalista, de 30 anos, que foi vítima de mais um olhar preconceituoso.

Na verdade, eu vi mais coisas sobre ela. Eu vi que a Jéssica, é um puta exemplo, ela carrega em cada curva uma surpresa. E como eu sei disso? Eu sei disso porque sua resposta, digna de manchete, simplesmente escrachou para o Brasil inteiro, “sou mais eu”.

Sua forma descontraída de responder a tentativa de ofensa pichada em seu muro mostrou que ela é aquele tipo de mulher que venho descrevendo há algum tempo: uma verdadeira mulher de “M” maiúsculo.

Tá Benetório, mas e ai?  E ai, é que eu e você aprendemos com a Jéssica, que cada curva, cada pedacinho diferente das amigas que vestem 38, precisam ser valorizados e muito bem valorizados! Tudo porque o que te define não são as curvas ou a falta delas, mas o jeito como você vai desfilar moça. Afinal, o palco é teu e você decide quem brilha.

Jéssica poderia ter se revoltado, poderia ter destilado um desses discursos prontos de internet contra a gordofobia. Mas ela já provou que faz parte daquela geração do avesso e não deixaria ninguém brilhar em seu palco além de ela mesma.

Mas enfim, saiba Brasil que “Jéssica a gorda”, representa eu, minha vizinha, minha amiga e todas as brasileiras fora do “padrão”, por hora ditado em uma sociedade hipócrita. Já ouvi dizer que o mal dessa geração é o corpo lindo e a alma podre. De fato faz sentido, mas eu ainda ouso rebater, malandragem de verdade é saber viver!

Não é que somos todas Jéssica. É que não somos Barbie, simples assim. No fundo, no fundo, seria bem gostoso se tivéssemos mais Jéssica por aí, assim, bem irreverente ao preconceito e apaixonada por suas próprias tendências. Mas eu vou ficando por aqui e concluo com a manchete da semana: Jéssica gorda linda!

IMG_8009

7 comentários em “Jéssica, a gorda!

  1. Em relação a mim mesma sou super contra minha dieta desregrada, nem tanto pelo aumento de peso, mais mas por problemas de saúde que isso tem me ocasionado.
    E por essa razão, não me aceito como estou ( por minha saúde, minha falta de disposição, e todos os malefícios do meu sedentarismo! ). Mas admiro muito as mulheres que fogem ao padrão da mídia, que estão bem como estão ( em relação a saúde e auto-estima!), e vivem felizes com seus próprios corpos, por não serem manipuladas pela ditadura da beleza.

    Sou a favor da saúde e do aumento da auto estima feminina, em tempos de panicat Jessicas são raras!

    Parabéns pelo post ^^

    Curtir

  2. Na minha opinião acho que não precisa se expor tanto assim, eu acho um ato de desespero de sua parte.Ela ja provou que he autentica e não ta nem ai pra preconceito isso basta! agora e so seguir sua vida,dexe que a oposição de matem! te adoro JESSICA vc e um grande exemplo de mulher que nao baixa a cabeça pra niguem estou do seu lado!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s