Aos poucos tudo foi se perdendo

Não foi como aquelas histórias rotulada com o “Era uma vez”, até porque não teve o inicio da paixão como em um passe de mágica. Foi tudo assim… Tudo acontecendo gradativamente fora do normal e surpreendentemente inesperado. Quando me dei conta me sentia entregue, propensa, vulnerável… Sentia-me sua – até demais -. Não me importaria de ser sua experiência de amores impossíveis ou ate sua conquista alcançada, se eu tivesse essa sorte. Mas em pouco tempo começou existir o choro, a tristeza, a saudade, falta de reciprocidade, medo e a insegurança. Eu pensava insistentemente que não era normal existir isso, não entre nós, mas aconteceu. Só existiram coisas que você e minha ilusão eram os causadores, e ninguém além de mim poderia me ajudar a curar e esquecer todas essas lembranças; lembranças que para mim eram a melhor parte de você que ainda teimava em ficar acessa dentro do meu peito, aquecendo-me nas noites frias, levando-me a vários pensamentos quando escutava determinadas musicas ou até mesmo quando esse vazio resolvia me fazer companhia em alguma mesa de bar. Deixando mais claro entre um porre e outro que nunca existiu nada além das minhas ilusões;
 
Eu me dando por inteiro e você nem a metade!
IMG_6871
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s